Ensino Fundamental I

 

Trabalho da equipe pedagógica

Os alunos do Ensino Fundamental I frequentam um espaço especialmente preparado para eles, com salas de aula, biblioteca, laboratório de informática, ateliê de artes, oficina, sala de música e quadra de esportes. São ambientes organizados para promover, diariamente, o trabalho formal de ensino, estudo e aprendizagem, além de espaço externo para recreação, com brinquedos, areia, gramados, árvores, bancos e pátios.

O ponto de partida de nossas aulas são as questões elaboradas pelos professores e alunos. A partir delas, buscam e selecionam informações, por meio de entrevistas, aulas expositivas ou práticas, para, finalmente, tirar suas conclusões. Em seguida registram suas descobertas, comunicam suas pesquisas, expõem seus trabalhos. O professor, por seu lado, preocupa-se em antecipar e explicitar para os alunos os seus objetivos, as etapas do trabalho e as formas e critérios de avaliação de cada unidade de ensino, tendo em vista aumentar a responsabilidade do aluno com relação aos aspectos essenciais de seu papel de estudante.

Os conteúdos relativos aos fatos e conceitos vinculados às questões são básicos para compreender a realidade na qual vivemos e para fundamentar as opiniões com argumentos consistentes.

Os conteúdos relacionados aos procedimentos são ensinados em todas as fases e etapas do trabalho, principalmente aquelas relacionadas com a busca de informação.

Os conteúdos atitudinais estão relacionados aos valores de cooperação, de respeito e de comprometimento e responsabilidade com as tarefas e com o aprendizado.

As interações entre todos e o compartilhamento das aprendizagens são muito valorizados, pois constituem um campo por meio do qual o mundo social guia o aluno em seu desenvolvimento. Neste campo se dá a apropriação dos instrumentos da cultura que se construíram ao longo da história da humanidade. Nas interações, os alunos são desafiados e podem ir um pouco além de quando estão sozinhos, modificando, na própria atividade conjunta, seus conhecimentos e discursos.

A relação com as famílias

Nessa faixa etária, as referências sociais se abrem de forma crescente e o aluno começa a dar passos maiores em direção à autonomia. Assim, é importante ampliar suas possibilidades de gerir, com o nosso apoio, sua vida escolar cada vez mais autonomamente.

Nesse processo, contamos com o acompanhamento dos pais. E, para isso, é preciso que famílias e escola estejam articuladas. Nesse sentido, planejamos situações de troca entre escola e pais, seja em contatos individuais ou reuniões grupais, nas quais se abordam o trabalho pedagógico e aspectos gerais da educação.

 

O aluno do Ensino Fundamental I tem, ao longo dos cinco anos, uma série de desafios na sua vida de estudante.

É desafiado com a leitura e a produção escrita em diferentes gêneros de textos por meio de sequências didáticas, adquire habilidades fundamentais para tornar-se um leitor proficiente e para produzir textos escritos com coerência e coesão ortográfica e gramatical, aproximando-se assim dos vários gêneros tomados como modelos de referência. Além disso, o aluno passa pela experiência da  produção oral em gêneros formais como seminários, debates e contação de histórias. 

Em paralelo ao aprofundamento do trabalho com leitura e escrita, que é desenvolvido nas diversas matérias da grade curricular, e com a oralidade, o aluno vive gradualmente um aumento das exigências do cotidiano escolar e de solicitações em relação à sua autonomia (cuidados com o próprio material, organização e cumprimento dos estudos em sala e em casa, registros de aula, avaliações), que têm como objetivo levá-lo a constituir procedimentos de estudo e lidar com o mundo do conhecimento.

 

O Trabalho de Investigação

O trabalho de investigação organizado e sistematizado possibiita ao aluno, além do aprofundamento em diversos temas de estudo, desenvolver habilidades relacionadas à metodologia de pesquisa. Nele, o aluno se depara com importantes desafios, como explicitar as questões a serem pesquisadas, planejar, saber consultar livros, sites e outras fontes de pesquisa, além de organizar-se com diferentes leituras e cooperar no trabalho em grupo.

Esse processo permite que, ao final do Ensino Fundamental I, nosso aluno tenha se apropriado de ferramentas básicas para realizar, com maior autonomia, as suas investigações e pesquisas nas diversas áreas do conhecimento.

 

O Trabalho com Matemática

Em Matemática, nosso aluno é estimulado a resolver problemas, ponto de partida de todo o trabalho. Assim, ele aprende a mobilizar todo seu conhecimento e a colocar sua investigação em função da resolução desses desafios. Aprende a utilizar conceitos e procedimentos matemáticos, bem como instrumentos tecnológicos disponíveis para resolver problemas. Aprende a comunicar-se matematicamente, propõe e testa hipóteses, argumentando sobre suas conjecturas, utilizando, além da dedução e da indução, outras formas de raciocínio, por exemplo, a analogia e a estimativa. Ele desenvolve segurança com relação à própria capacidade de construir conhecimentos matemáticos, cultivando a autoestima, o respeito ao trabalho dos colegas e a perseverança na busca de soluções.

Diretora Pedagógica
Maria Antonieta Giovedi

Coordenadores Pedagógicos
Fernando Ribeiro Pimentel (3º, 4º e 5º ano)
Rosane Mingues Reinert (1º  e 2º ano)

Assistente de Direção
Roseany Anetelle Rodrigues

Assistentes de Coordenação
Sheila Paes Barreto (3º, 4º e 5º ano)
Tainá Herck Costa Lima (1º e 2º ano)

Assessora de Práticas Inclusivas
Nana Corrêa Navarro

Assistentes de Práticas Inclusivas
Júlia Giovedi Arnoldi - tarde
Olívia Mentone Nogueira - manhã

Professores
Ana Kalili Luisi: 2º ano C - tarde
Ana Luiza Santos Galvão Bueno: Inglês - 1º ano - tarde
Ana Paula Mateus: 5º ano A - manhã
Carla Gobernate Favaro: 3º ano B - manhã
Cláudia M. Lima Safioti Calixto: 5º ano B - manhã
Eric Rodrigues Netto: Coordenador de Biblioteca
Filomena Aparecida da Silva: 4º ano D - tarde
Flávia Bearzi dos Santos: 4º ano C - tarde
Francisco Figueira de Mello Linares: Artes Plásticas - 2º ao 5º ano - manhã e tarde
Gabriela Garcez Ikeda: 3º ano C - tarde
Jacó Izidro de Moura: Oficina de Ciências - 5º ano - manhã e tarde
Janaína Peresan: Expressão Corporal - 1º e 2º ano - manhã e tarde
Juliana de Melo Maia Kawaguchi: 1º ano B - manhã
Juliane Cristine Meyer Trevisan: 2º ano A - manhã
Laura Pimentel: 1º ano C - tarde
Liv Armstrong Namura: 2º ano D - tarde
Lucas Mendes de Almeida Antonini: Inglês - 2º ao 5º ano - manhã
Luciana Palmieri Orefice: Inglês - 2º ao 5º ano - tarde
Maria Cristina Ribeiro Ramos: Inglês - Coordenadora
Maria Marta Lacoma: 3º ano A - manhã
Maurício Braz de Carvalho: Música - 1º ao 5º ano - manhã e tarde
Natália Corrêa Martins: 1º ano A – manhã
Patrício Casco: Corpo e Movimento - 1º ao 5º ano - manhã e tarde
Simone Giovani: 2º ano B - manhã
Tatiana Kobayashi Sarmento Tatit: 4º ano A - manhã   
Viviane Pedrosa Maia: 5º ano C - tarde

Auxiliares
Amanda Facanali Angelini: 5º ano C - tarde
Angélica Viana de Araújo Monteiro: 4º ano C - tarde
Bruna Batista: 2º ano A - manhã
Bruna Giuliano Claro da Silva: 5º ano B - manhã
Cristiane Farah Kairalla: 1º ano C - tarde
Daniele Conrado: 1º ano B - manhã
Gabriela Dias Emeric: 2º ano C - tarde
Giovanna Colini: 5º ano A - manhã
Isabel de Campos Rezende: 1º ano A - manhã
Luiza Capucci: 3º ano B - manhã
Luiza Pappaterra: 2º ano D - tarde
Maria Aparecida dos Santos de Oliveira: Artes Plásticas - 1º ao 5º ano - manhã e tarde
Maria Luísa Almeida Côrrea: 4º ano D - tarde
Mariana Moga de Moura e Silva: Música - 1º ao 5º ano - manhã e tarde
Pedro Elias Maia Coutinho: 3º ano A - manhã
Rebecca Seiko Moreira Iyama: Auxiliar de Biblioteca
Rita Araújo: 2º ano B - manhã
Sabrina Lima Lopes Silva: 3º ano C - tarde
Tammy Niwa Watanabe: 4º ano A - manhã
Vanessa Maria Soares Gurgel do Amaral: Oficina da Ciência - 5º ano - manhã e tarde

Acontece no Oswald

{$ event.title $}

{$ event.description $}
{$ unit.acronym | uppercase $}

Publicações

Blogs

12ª Dimensão

Blog sobre ciência e tecnologia, por Jacó Izidro Moura, professor de Física do Colégio Oswald.

Da Boca pra Fora

Blog da rádio escolar produzida por alunos voluntários do 3º, 4º e 5º ano do Ensino Fundamental I, com o objetivo de favorecer a produção e a difusão cultural.